Formalização da pré-candidatura de Lula foi um fiasco

As lideranças do partido de extrema-esquerda continuam firme na fantasia de que o presidiário Lula será candidato à Presidência da República.

O PT formalizou neste domingo (27) a pré-candidatura do ex-presidente Lula, condenado a 12 anos de prisão por corrupção. O partido afirma que mobilizações aconteceram em várias cidades do Brasil, mas a quantidade de apoiadores foi insignificante.

Sob o lema “Aquecimento da pré-candidatura de Lula”, os atos deste domingo contaram com a presença apenas de parlamentares e poucos militantes.

Como O Antagonista notou:

O PT tentou fazer neste domingo um “aquecimento” da candidatura de Lula.

Foi o maior fiasco da história do partido.

A imprensa lulista teve de esconder o evento, porque ele desmascara o blefe do presidiário.

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, disse que a ordem para manter a candidatura partiu do próprio presidiário:

Nem tudo é discutido com o presidente, mas a tática eleitoral e a estratégia política são conversadas com ele e com a direção partidária. Não é da minha cabeça. Não sou iluminada, assim.

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia