- PUBLICIDADE -

Fóssil de pássaro em âmbar de 99 milhões de anos intriga cientistas

Fóssil de pássaro em âmbar de 99 milhões de anos intriga cientistas

- PUBLICIDADE -

A descoberta pode ajudar a explicar como os pequenos pássaros evoluíram a partir dos dinossauros.

O menor dinossauro já encontrado foi descoberto no norte do Mianmar por arqueólogos da Academia Chinesa de Ciências de Pequim. 

O espécime consiste em um crânio de pássaro preso em um âmbar de 99 milhões de anos.

Em artigo publicado na revista científica Nature, os pesquisadores relatam que o dinossauro teria o tamanho semelhante ao de um beija-flor abelha — o menor pássaro existente.

A nova espécie, apelidada de Oculudentavis khaungraae, tinha uma visão excepcional e estava ao dia durante dia e noite.

A mandíbula do dinossauro tinha um número surpreendentemente grande de dentes, sugerindo que, apesar de seu tamanho minúsculo, o Oculudentavis era um predador que comia insetos.

Segundo a emissora BBC, o professor Jingmai O’Connor, um dos líderes da pesquisa, afirmou:

“É o fóssil mais estranho que já tive a sorte de estudar. Adoro como a seleção natural acaba produzindo formas tão bizarras. Também temos muita sorte de que esse fóssil tenha sobrevivido e sido descoberto 99 milhões de anos depois.”

A descoberta destaca o incrível potencial do âmbar em preservar exemplares fósseis que, de outra forma, não teriam sobrevivido.

O achado também nos dá uma visão de como pequenos animais viviam em uma floresta tropical durante a era dos dinossauros.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -