PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Fotógrafo é atacado por policiais durante protesto em Cuba

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Várias cidades da Ilha registraram manifestações contra a ditadura comunista.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Ramon Espinosa, fotógrafo da Associated Press, foi atacado, neste domingo (11), pela polícia de Cuba enquanto cobria os protestos inéditos que assolaram o país.

Várias cidades da Ilha registraram manifestações contra a ditadura comunista. A agressão contra Espinosa aconteceu na capital Havana.

Em uma das fotos divulgadas pelo jornalista Adalberto Roque, da agência France-Presse, é possível ver o colega Espinosa sangrando após a agressão.

Como noticiou a Renova, milhares de cubanos participaram de raros protestos no domingo contra o regime que controla o país há décadas.

A dimensão exata dos protestos ainda é desconhecida, mas trata-se de algo raro na ilha, onde a oposição é considerada ilegal.

Aos gritos de “Pátria e vida”, “abaixo a ditadura” e “não temos medo”, os manifestantes majoritariamente jovens marcharam por diversas regiões do país.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.