Português   English   Español
Português   English   Español

França alerta que Notre Dame corre risco de desabamento

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
França alerta que Notre Dame corre risco de desabamento

Reforma foi suspensa por causa da exposição dos trabalhadores ao chumbo que derreteu após a destruição da agulha central e do teto de Notre Dame.

O Ministério da Cultura da França alertou, nesta quarta-feira (14), que ainda há um “risco persistente” de desabamento da Catedral de Notre Dame, atingida por um incêndio de grandes proporções no mês de abril.

O governo de Emmanuel Macron alertou que recente onda de calor que atingiu a França e toda a Europa provocou a queda de pedras da abóbada da catedral.

Em nota, segundo a agência EFE, o Ministério da Cultura afirmou:

“Por causa da onda de calor, voltamos a registrar recentemente quedas de pedras da abóbada. O ritmo das obras iniciadas no dia 16 de abril se justifica unicamente pela urgência vinculada ao risco persistente de desabamento.”

Apesar de destacar a necessidade de retomar as obras para impedir o desabamento de Notre Dame, o governo da França disse que a saúde dos operários é prioridade absoluta e prometeu que os protocolos de segurança trabalhista serão reforçados.

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Veja também_

TELEGRAM

Acompanhe todas as notícias através do nosso canal no Telegram.

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email:

Fique tranquilo(a), assim como você também odiamos spam, você poderá sair quando quiser :)

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Nunca mais seja massa de manobra. Assine!