França alerta que Notre Dame corre risco de desabamento

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Reforma foi suspensa por causa da exposição dos trabalhadores ao chumbo que derreteu após a destruição da agulha central e do teto de Notre Dame.

O Ministério da Cultura da França alertou, nesta quarta-feira (14), que ainda há um “risco persistente” de desabamento da Catedral de Notre Dame, atingida por um incêndio de grandes proporções no mês de abril.

O governo de Emmanuel Macron alertou que recente onda de calor que atingiu a França e toda a Europa provocou a queda de pedras da abóbada da catedral.

Em nota, segundo a agência EFE, o Ministério da Cultura afirmou:

“Por causa da onda de calor, voltamos a registrar recentemente quedas de pedras da abóbada. O ritmo das obras iniciadas no dia 16 de abril se justifica unicamente pela urgência vinculada ao risco persistente de desabamento.”

Apesar de destacar a necessidade de retomar as obras para impedir o desabamento de Notre Dame, o governo da França disse que a saúde dos operários é prioridade absoluta e prometeu que os protocolos de segurança trabalhista serão reforçados.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.