França critica vice-premiê da Itália e retira embaixador de Roma

Português   English   Español
França critica vice-premiê da Itália e retira embaixador de Roma
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

As complicações políticas enfrentadas pelo presidente Macron não estão restritas ao âmbito nacional. A vizinhança francesa também está conturbada.

França retirou seu embaixador de Roma após uma reunião entre o vice-premiê da Itália e líderes dos coletes amarelos que pedem a renúncia do presidente francês Emmanuel Macron, informa o RT.

O governo da França alertou nesta quinta-feira (7) o ministro do Trabalho e vice-premiê da Itália, Luigi Di Maio, para não interferir na política do país, depois que o italiano se reuniu com líderes do movimento “coletes amarelos”.

“Esta nova provocação é inaceitável entre países vizinhos e parceiros no coração da União Europeia (UE)”, disse uma nota do ministério das Relações Exteriores da França, segundo a ISTOÉ.

Na última terça-feira (5), Di Maio se reuniu com o líder do movimento Christophe Chalençon e com Ingrid Levavasseur, conforme noticiou a RENOVA.

Luigi Di Maio, líder do partido antissistema M5S, afirmou:

“Macron está um pouco nervoso ultimamente porque o país está ficando fora de controle, e está claro que os protestos já duram meses. Todas as reivindicações dos coletes amarelos estão no contrato do governo, é uma fase histórica em que se você não ouvir as demandas do trabalho, os empresários, os aposentados, os desempregados, teremos um grande problema em ver as pessoas nas praças.”

O italiano afirmou que está em contato com forças políticas em toda a Europa que querem criar grupos parlamentares, não apenas com os “coletes amarelos”.

SIGA A RENOVA

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

Veja também...