Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

França critica vice-premiê da Itália e retira embaixador de Roma

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
França critica vice-premiê da Itália e retira embaixador de Roma

As complicações políticas enfrentadas pelo presidente Macron não estão restritas ao âmbito nacional. A vizinhança francesa também está conturbada.

França retirou seu embaixador de Roma após uma reunião entre o vice-premiê da Itália e líderes dos coletes amarelos que pedem a renúncia do presidente francês Emmanuel Macron, informa o RT.

O governo da França alertou nesta quinta-feira (7) o ministro do Trabalho e vice-premiê da Itália, Luigi Di Maio, para não interferir na política do país, depois que o italiano se reuniu com líderes do movimento “coletes amarelos”.

“Esta nova provocação é inaceitável entre países vizinhos e parceiros no coração da União Europeia (UE)”, disse uma nota do ministério das Relações Exteriores da França, segundo a ISTOÉ.

Na última terça-feira (5), Di Maio se reuniu com o líder do movimento Christophe Chalençon e com Ingrid Levavasseur, conforme noticiou a RENOVA.

Luigi Di Maio, líder do partido antissistema M5S, afirmou:

“Macron está um pouco nervoso ultimamente porque o país está ficando fora de controle, e está claro que os protestos já duram meses. Todas as reivindicações dos coletes amarelos estão no contrato do governo, é uma fase histórica em que se você não ouvir as demandas do trabalho, os empresários, os aposentados, os desempregados, teremos um grande problema em ver as pessoas nas praças.”

O italiano afirmou que está em contato com forças políticas em toda a Europa que querem criar grupos parlamentares, não apenas com os “coletes amarelos”.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email