França fecha o cerco contra o “discurso de ódio” na internet

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O governo francês vai endurecer as regras de combate ao “discurso de ódio” para garantir que as redes sociais se esforcem mais para remover “conteúdos inadequados” da internet.

O anúncio acontece enquanto os 28 países da União Europeia desenvolvem regras que obrigam Facebook, Twitter, Youtube e Google a serem mais pró-ativos na filtragem e eliminação do discurso de ódio em suas plataformas.

O primeiro-ministro Edouard Philippe declarou nessa segunda-feira (19):

Hoje em dia, um diretor de jornal é responsável criminalmente se comentários de ódio são postados em seu site, mas se você administra uma rede social, vale tudo. Ninguém vai me convencer de que as redes sociais vivem no espaço. O que é publicado e divulgado na França deve responder às leis da república francesa.

Philippe disse que a França reforçará suas próprias regras até que a UE progrida, mas não deu mais detalhes sobre quando ou como.

Com informações de: [Yahoo]

RENOVA Mídia precisa do seu apoio para continuar em funcionamento. Conheça nossa história e faça sua doação (boletou ou cartão) através da plataforma ApoiaSe. Clique AQUI e faça sua parte.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.