- PUBLICIDADE -

França fecha mesquita que divulgou vídeo contra professor assassinado

Em combate ao radicalismo islâmico, França fecha mesquita

A mesquita divulgou um vídeo contra o professor que foi alvo de um radical islâmico.

- PUBLICIDADE -

A Justiça da França validou, nesta terça-feira (27), a decisão do Ministério do Interior de fechar por seis meses a mesquita Pantin, localizada nos arredores de Paris

A mesquita divulgou um vídeo contra o professor Samuel Paty, que mais tarde foi decapitado por um extremista islâmico em plena luz do dia.

O tribunal administrativo francês chegou a conclusão que as autoridades não haviam “violado as liberdades fundamentais” ao fechar a mesquita, de forma provisória, “para evitar a repetição desses atos”.

Durante a audiência na última segunda-feira (26), o chefe da mesquita, M’hammed Henniche, pediu desculpas por compartilhar o vídeo e disse que estava “arrasado” diante desse “crime desprezível”.

Em sua decisão, no entanto, a Justiça da França entendeu que Henniche foi “negligente” e que “sua posição e deveres deveriam tê-lo levado a mostrar mais moderação”.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -