França identifica centenas de banqueiros que financiam terroristas do Estado Islâmico

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A França identificou de 150 a 200 “banqueiros ocultos” que financiam as atividades do grupo Estado Islâmico.

De acordo com informações da RFI:

Segundo o Tracfin, serviço do governo responsável pela luta contra a lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo, os banqueiros estão localizados principalmente no Líbano e na Turquia.

“O grupo Estado Islâmico depende cada mais de financiamento estrangeiro”, diz o diretor do Tracfin, Bruno Dalles. Isso porque a grande e recente perda de territórios na Síria e no Iraque significa também a perda das principais fontes de capital dos terroristas, entre elas, a extorsão da população local.

Além de localizar possíveis fontes de financiamento, o Tracfin monitora também formas mais tradicionais de suporte ao terrorismo. “Nosso trabalho consiste principalmente em recuperar sinais fracos e confiáveis de radicalização e de comportamento financeiro,” diz Dalles, que afirma ainda que os valores enviados são normalmente pequenos.

 

Com informações de: (1)

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.