Fumaça dos incêndios florestais na Sibéria chega ao Polo Norte

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Nasa confirmou que a fumaça dos incêndios na Sibéria já chegou ao Polo Norte.

Os incêndios florestais que atingem a Sibéria se agravaram ainda mais nesta segunda-feira (9).

As autoridades da Rússia informaram que a catástrofe é de tamanha magnitude que sua fumaça já chegou ao Polo Norte.

Na região de Yakutia, uma gigantesca área escassamente povoada no norte da Sibéria, a situação continua piorando.

Existe uma tendência crescente no número e na área de incêndios florestais“, anunciou a agência meteorológica russa, Rosguidromet, como noticiou a agência France-Presse.

De acordo com o órgão russo, mais de 3,4 milhões de hectares de florestas já foram queimados.

No último sábado (7), em um comunicado, a agência espacial americana (Nasa) informou que a fumaça dos incêndios em Yakutia “percorreu mais de 3.000 km, chegando até o Polo Norte, o que parece ser o primeiro caso na história documentada“.

A Nasa afirma ainda que “a fumaça densa e acre emitida pelos incêndios florestais cobria em 6 de julho a maior parte da Rússia” foi fotografada por satélites.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.