PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Funai critica políticas socialistas adotadas pelos governos do PT

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Funai destacou o resultado negativo dos “anos de política indigenista socialista no Brasil”.

A Fundação Nacional do Índio (Funai) afirmou, nesta terça-feira (5), que a eleição do presidente da República, Jair Bolsonaro, produziu uma “ruptura” nas políticas públicas “socialistas” que vinham sendo implantadas por governos do Partido dos Trabalhadores (PT).

Intitulado “Os Fatos”, um texto publicado no site da Funai tece duras críticas ao modelo utilizado pelas gestões anteriores para obter benefícios políticos através de um “assistencialismo subserviente” ao povo indígena.

A Funai denuncia a “complacência e participação de ONGs e grupos religiosos” ligados a uma “matriz marxista” na elaboração de uma política indigenista que se restringiu ao “assistencialismo subserviente e ao paternalismo explícito”.

O portal UOL apresentou um trecho da nota da Funai:

“O resultado destes anos de política indigenista socialista no Brasil, com todo seu assistencialismo e paternalismo explícitos, pode ser resumido na situação de pobreza, dependência e exclusão em que se encontram atualmente os povos indígenas brasileiros.”

O órgão indigenista completou:

“O povo brasileiro escolheu uma nova política indigenista com a eleição do Presidente da República Jair Messias Bolsonaro e em respeito a esta escolha, legítima e democrática, ressalte-se, todos devemos dar um voto de confiança às novas ideias e projetos de sucesso para o etnodesenvolvimento do indígena brasileiro, elemento fundamental do povo brasileiro.”

O texto é uma resposta da Funai aos comentários do secretário-executivo do Cimi (Conselho Indigenista Missionário), Antônio Eduardo de Oliveira, que classificou as ações do governo Bolsonaro como “políticas anti-indigenistas”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.