Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Funcionários da Anvisa mandam recado a João Doria

Funcionários da Anvisa mandam recado a João Doria
COMPARTILHE

“Pressões externas são inerentes ao trabalho desenvolvido por nós”, dizem funcionários.

Funcionários da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicaram, nesta sexta-feira (11), uma carta aberta para afirmar que atuam com base em critérios científicos. 

Sem citar o nome do governador de São PauloJoão Doria (PSDB), eles também enfatizaram que não servem “aos interesses de governos, de pessoas, de organizações ou de partidos políticos”.  

A carta foi publicada em meio a divergências sobre o plano de vacinação contra o coronavírus no Brasil.  

De acordo com o texto, a Associação dos Servidores da Anvisa (Univisa) também reforça que o trabalho técnico da instituição está “acima de qualquer pressão”: 

“Pressões externas são inerentes ao trabalho desenvolvido por nós, servidores da Anvisa, mas o trabalho técnico está acima de qualquer pressão. A Anvisa é um órgão do Estado brasileiro e está a serviço do povo brasileiro.”  

Na carta, os funcionários continuam: 

“Ao longo dos seus 20 anos de existência, a Agência consolidou-se como uma referência no setor de saúde justamente pelo trabalho desenvolvido por seus servidores, que resultou na reconhecida excelência da sua atuação regulatória e na credibilidade de suas ações e decisões, baseadas exclusivamente em critérios técnicos e científicos.” 

Eles completam: 

“Mantemos o nosso compromisso de atuar em prol dos interesses da saúde pública, honrando a missão da Agência de ‘proteger e promover a saúde da população, mediante a intervenção nos riscos decorrentes da produção e do uso de produtos e serviços sujeitos à vigilância sanitária, em ação coordenada e integrada no âmbito do Sistema Único de Saúde’.” 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
9 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Felipe Dias
Felipe Dias
1 mês atrás

O calça coladinha podia dormir sem essa…

Última edição 1 mês atrás por Felipe Dias
CID M M
CID M M
1 mês atrás

aonde vamos parar, eu mesmo jamais tomarei essa vacina, esse governador está com muita pressa, porque será?. PARABENS ANVISA, ÓRGÃO DIGNO E COMPETENTE QUE NÃO SE LEVA A PRESSÃO POLITICA E JAMAIS IRÃO ARRISCAR ALGUMA VACINA SEM COMPROVAÇÃO PARA O POVO PAULISTA E BRASILEIRO.

jose pereira
jose pereira
1 mês atrás

Ufah… até que enfim . uma instituição que não está aparelhada ainda.

Vicente
Vicente
1 mês atrás

Cadê o MP/SP que não entrou ainda em cena a fim de investigar esse contrato que Doriana fez com a Sinovac? Essa pressa dele em injetar vacina não certificada no povo paulistano é no mínimo suspeita.

Christmann Hilleshein Cardoso
Christmann Hilleshein Cardoso
1 mês atrás

O Governador da calça apertada está muito ansioso por essa vacina sem comprovação da ANVISA, coloca pressão em tudo e em todos, aí tem coisa estranha!

CLLS
CLLS
1 mês atrás

Esse chupador de picolés é pernicioso, só faz mal às pessoas. Impressionante o que ele é capaz de fazer por dinheiro e poder.

Clóves
Clóves
1 mês atrás

Quando vemos o desespero do governador da calça apertada para aprovar a vacina chinesa a fina e a força, naturalmente desconfiamos que há negociações obscuras e bilionárias por trás. Me pergunto, desconfiar também é crime? Desconfiar é um direito nosso ou também não pode nem desconfiar? É Sr Dória, vc é quem esta nos dando o direito de desconfiar do Sr, deveriam te investigar urgentemente.

Abner contra a Esquerda Libertinosa e Centro Lixo
Abner contra a Esquerda Libertinosa e Centro Lixo
1 mês atrás

O ditador da calça apertada, está pressionando a Anvisa a todo custo, para aprovar a vacina chinesa. Todavia, uma vacina elaborada em um país comunista as pressas, por empresa estatal, sem tradição no mercado e passando por cima do órgão de vigilância sanitária. No mínimo deveria ser investigado o contrato, alguma coisa muito “obscura” pode estar por trás, para colocar a saúde da população em risco.

Marcos
Marcos

o vulgo “bosta”

PUBLICIDADE