Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Fundação denuncia universidades que limitam liberdade de expressão

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

Universidades renomadas como Harvard e Columbia estão na lista das que mais limitam liberdade de expressão utilizando a agenda politicamente correta como justificativa.

Uma iniciativa de um professor e um advogado resultou no surgimento de uma fundação responsável por garantir que os direitos de estudantes e professores de se expressarem seja garantido.

Hoje, a Fundação para os Direitos Individuais na Educação (FIRE) recebe mais de mil denúncias por ano de repressão em universidades e é responsável por elaborar um ranking com as instituições que mais limitam a liberdade de expressão.

Para Robert Shibley, diretor executivo da FIRE, as universidades americanas têm ficado cada vez mais repressivas e partidárias:

‘Independentemente do seu ponto de vista, é preciso garantir as liberdades constitucionais. Elas protegem a sociedade e são importantes para todos’, afirma.

Para ele, a liberdade de fala de uma pessoa só deveria ser limitada caso ferir a constituição, que apresenta os mecanismos necessários para lidar com essas situações:

Não deve se tratar apenas de uma opinião desagradável ou de algo que você não está acostumado a ouvir.

Além disso, a fundação luta contra os chamados “speech codes”, uma espécie de código de fala das universidades americanas que legisla o que alunos devem ou não falar dentro do ambiente universitário.

 

Continue a leitura da matéria no site da Gazeta do Povo
- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.