Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Fundação Palmares não deve ser ‘puxa-saco de políticos’, diz Camargo

REDAÇÃO RENOVA Mídia

REDAÇÃO RENOVA Mídia

Sergio Camargo pede protecao da PF apos ameacas
Imagem: Reprodução/ Fundação Palmares
COMPARTILHE

“O compromisso da Fundação Palmares é com a Cultura”, disse Camargo.

O presidente da Fundação Cultural Palmares, Sérgio Camargo, afirmou, nesta quinta-feira (15), que “nenhuma fundação pública tem a missão de ser puxa-saco de políticos”.

A declaração de Camargo acontece após o anúncio de que a política Marina Silva foi excluída da lista de personalidades negras da Fundação.

Em mensagem no Twitter, Camargo justificou a decisão:

“[Os políticos] devem buscar aduladores nas ONGs, mídia militante, ‘classe artística’ e em seus partidos – inclusive os que reaparecem a intervalos de quatro anos. O compromisso da Fundação Palmares é com a Cultura.”

Na última terça-feira (13), ao comentar sobre a exclusão de Marina, Camargo declarou:

“Marina não tem contribuição relevante para a população negra do Brasil. Disputar eleições não é mérito.”

E, segundo a RenovaMídia, acrescentou:

“O ambientalismo dela vem sendo questionado e não é o foco das ações da instituição.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram