Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Fundadora do #MeToo na França é condenada por difamação

Fundadora do #MeToo na França é condenada por difamação
COMPARTILHE

Feminista francesa foi condenada pela Justiça por difamar homem acusado injustamente.

Sandra Muller, fundadora do movimento feminista #MeToo na França, foi condenada, nesta quarta-feira (25), por difamar um homem que ela acusou de assédio sexual.

O tribunal de Paris condenou Sandra a pagar cerca de US$ 16,5 mil em danos e prejuízos por difamação moral, de acordo com a decisão consultada pela agência AFP.

Francis Szpiner, advogado da feminista, disse que Sandra vai recorrer da decisão do tribunal.

Nicolas Bénoit, advogado do homem acusado de forma injusta, alega que seu cliente “foi destruído” com a “delação”.

“Em nenhum momento ele teve possibilidade de se defender, foi acorrentado ao pelourinho”, afirmou o jurista, segundo o site UOL.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários