Fungo ameaça sapos terrestres do Brasil

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Pesquisa acende um alerta para a ameaça do patógeno sobre os anfíbios brasileiros.

Um fungo aquático que já levou à extinção diversas espécies de anfíbios está ameaçando os sapos terrestres do Brasil

Um grupo de pesquisadores apoiado pela Fapesp constatou na Mata Atlântica uma mortandade sem precedentes de sapinhos que se desenvolvem longe do ambiente aquático. 

De acordo com a pesquisa, os anfíbios encontrados estavam infectados com altas cargas do fungo quitrídio — Batrachochytrium dendrobatidis –, causador da quitridiomicose.

Um estudo sobre o assunto foi publicado na revista Biological Conservation.

A pesquisa acende um alerta para a ameaça do patógeno sobre os anfíbios brasileiros, que têm funções ecológicas importantes, como o controle de insetos transmissores de doenças como dengue, febre amarela e zika.

A investigação foi conduzida no âmbito do projeto “O fungo quitrídio no Brasil: da sua origem às suas consequências”.

O estudo é financiado pela FAPESP e coordenado por Luís Felipe Toledo, professor do IB-Unicamp, que também assina a pesquisa.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.