Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Futuro ministro da Cidadania promete pente-fino na Lei Rouanet

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Futuro ministro da Cidadania promete pente-fino na Lei Rouanet
COMPARTILHE

O futuro ministro da Cidadania, deputado Osmar Terra (MDB-RS), defendeu a realização de um “pente-fino” na Lei Rouanet.

A legislação em questão permite a dedução de imposto de renda (IR) de pessoas física e jurídica para o apoio a atividades culturais. Em 2017, foram arrecadados R$ 1,156 bilhão por meio da Lei Rouanet, de acordo com o Ministério da Cultura.

O emebista Osmar Terra foi indicado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro nesta quarta-feira (28) para ocupar o Ministério da Cidadania, que reunirá as atuais pastas da Cultura, Esporte e do Desenvolvimento Social.

Em entrevista à Rádio Gaúcha, o futuro ministro foi questionado sobre a Lei Rouanet:

Ela precisa de uma auditoria. Tem que fazer um pente-fino na Lei Rouanet para ver como é que foi gasto esse dinheiro esses anos todos.

Osmar Terra continuou fazendo um apurado do que aconteceu nos últimos anos através da Rouanet:

Tem artistas que são famosos que nem precisavam de Lei Rouanet, que só o nome deles já daria grandes bilheterias, grande audiência, que estavam lá pegando milhões da Lei Rouanet, enquanto artistas que estão começando, artistas populares e tal, não tinham acesso à Lei Rouanet, tinham dificuldade de conseguir patrocinadores.

E acrescentou:

As empresas acabam dando dinheiro para quem tem mais prestígio. Então artistas que já são mais conhecidos têm uma possibilidade imensa de ter recursos da Lei Rouanet.

 

Adaptado da fonte G1
- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram