Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Futuro ministro do Meio Ambiente questiona dados sobre desmatamento

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Futuro ministro do Meio Ambiente questiona dados sobre desmatamento

“Se for ilegal, nós temos que agir firmemente, mas somente naqueles locais onde há desmatamento ilegal”, afirmou Ricardo Salles em entrevista à CBN.

O futuro ministro do Meio Ambiente, Ricardo de Aquino Salles, afirmou que os dados disponíveis atualmente não são suficientes para analisar o desmatamento, já que se “tem um percentual geral, mas não tem qualificação do que é esse desmatamento”.

Ricardo Salles declarou:

Primeiro passo é: precisa mais dados para saber que desmatamento é esse. Ele acontece aonde, quem são os principais agentes desse desmatamento e sob quais condições? Digo isso porque os dados são muito genéricos.

E acrescentou:

Você tem a informação do desmatamento, da diminuição da cobertura vegetal, mas você não sabe se ela é ilegal ou não. Se ela for legal, porque você vai coibir o que é legal? Por outro lado, se for ilegal, nós temos que agir firmemente, mas somente naqueles locais onde há desmatamento ilegal.

Por causa disso, o futuro ministro afirma que não é possível emitir opinião acerca do tema. Ele concluiu:

Nós não sabemos se o desmatamento está acontecendo em área de conservação e propriedade indígena, dentro de propriedade privada. Se o percentual é maior ou menor do que dentro da reserva legal. Como você pode emitir uma opinião sobre alguma coisa sem ter dados?

Adaptado da fonte G1

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email