Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Fux suspende julgamento sobre venda de refinarias da Petrobras

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Band e Intercept implicam Fux no caso das mensagens hackeadas
Imagem: Cristiano Mariz/VEJA
COMPARTILHE

Três votos contrários à continuidade de processos em curso para venda das refinarias já foram contabilizados.

Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu retirar de análise em julgamento virtual um caso sobre a possibilidade de privatização de refinarias pela Petrobras sem aprovação do Congresso Nacional

Ainda não há previsão oficial para que o caso seja apreciado em Plenário, enquanto o julgamento virtual havia estabelecido data até 25 de setembro para uma decisão, destaca a agência Reuters.

A retirada do processo do julgamento virtual ocorre após a Petrobras ter recebido três votos contrários às suas intenções de vender refinarias sem necessidade de aprovação legislativa.

Os ministros Edson Fachin, o relator, Marco Aurélio Mello e Ricardo Lewandowski posicionaram-se contra este tipo de venda. 

Em caso de decisão negativa no julgamento, o STF jogará um balde de água fria no programa de privatizações do governo do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Em paralelo, a Petrobras informou que promoverá uma nova rodada de ofertas vinculantes por sua refinaria no Paraná, que recebeu duas propostas com valores próximos. 

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram