Gabinete britânico apoia Theresa May em ação militar na Síria

A primeira-ministra Theresa May recebeu apoio irrestrito do seu gabinete e espera coordenação dos aliados para participar da operação militar na Síria.

Na manhã desta quinta-feira (12), a premiê da Inglaterra convocou um reunião de emergência do gabinete para discutir a situação no país do Oriente Médio.

Minutos atrás, o jornal britânico Independent informou que “o gabinete de Theresa May concordou com a necessidade de agir para impedir o uso de armas químicas na Síria, antes do esperado ataque militar contra alvos do regime.”

Downing Street disse que uma “resposta internacional” seria coordenada com os aliados dos EUA e da França, para mostrar que o uso de armas tóxicas não será tolerado.

O gabinete concordou que o líder sírio Bashar al-Assad tinha um histórico de uso desse tipo de armamento e era “altamente provável” que estivesse por trás do ataque químico no sábado passado na cidade de Duma.

 

Com informações de: [Independent]
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia