Gal Gadot não fará novo filme da Mulher Maravilha a menos que produtor acusado de assédio esteja fora

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

A estrela de “Mulher Maravilha”, Gal Gadot, comprou briga com acusado de assédio sexual, Brett Ratner, ao se recusar a assinar contrato para novo filme antes do produtor ser completamente expulso da franquia.

Gal Gadot está assumindo uma posição forte contra o assédio sexual em Hollywood e não quer ver o seu filme da Mulher Maravilha beneficiando um homem acusado de má conduta sexual.

A produtora de Brett Ratner, RatPac-Dune Entertainment, ajudou a produzir o filme como parte de um acordo de co-financiamento com a Warner Bros.

A película arrecadou mais de 400 milhões de dólares mundo afora e a empresa de Ratner terá uma participação gorda nos lucros.

brett-gal-gadot
Produtor de Hollywood, Brett Ratner
Com informações de: (1)
SIGA A RENOVA

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

Veja também...