- PUBLICIDADE -

Game ainda inédito na Rússia incomoda TV de Putin

Game ainda inédito na Rússia incomoda TV de Putin
- PUBLICIDADE -

“Sem dúvidas, ‘Militsioner’ é uma crítica à Rússia atual”, diz diretor de arte.

O personagem Tio Styopa é um simpático policial criado em 1935 pelo escritor infantil Sergey Mikhalkov.

Sytopa habitou o imaginário de jovens de diversas gerações na União Soviética.

Ao longo das últimas décadas, o policial boa-praça virou desenho animado, habitou livros escolares e, na Rússia de 2021, está prestes a ganhar uma versão em videogame.

Só que no jogo  “Militsioner”, Tio Styopa é o vilão da história. 

O jogador tem de escapar de um vilarejo assustador, enquanto é vigiado e perseguido pelo gigante autoritário. 

Vladimir Semenets, diretor de arte do game ainda inédito, disse que o jogo é uma crítica ao governo de Vladimir Putin:

“O jogo é baseado na nossa experiência de viver aqui. Sem dúvidas, ‘Militsioner’ é uma crítica à Rússia atual.”

O jogo, como era de se esperar, incomodou alguns russos. 

Em uma reportagem do canal estatal de notícias Russia 24, o jogo é acusado de ser russofóbico e de incitar medo por pessoas de uniforme militar.

Em resposta às críticas da Russia 24, Semenets declarou:

“A TV estatal russa não deve ser levada muito a sério. As ações deles foram prejudiciais, sem dúvida, mas cão que ladra não morde. Para nós, aparecer no canal deles foi mais como uma piada triste e amarga.”

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -