Português   English   Español

General Heleno apoia uso de snipers para abater criminosos

General Heleno apoia uso de snipers para abater criminosos
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O general da reserva Augusto Heleno afirmou nesta quarta-feira (31) que é a favor do uso de atiradores de elite – os snipers – no combate a criminosos armados.


A proposta já havia sido defendida nesta terça-feira (30), em entrevista na GloboNews, pelo governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC).

O futuro ministro da Defesa no governo de Jair Bolsonaro (PSL) declarou:

Minha regra de engajamento no Haiti era muito parecida com essa que o futuro governador colocou. É óbvio que muita gente faz uma distorção e acaba dizendo que é uma autorização para matar. É uma reação necessária à exibição ostensiva que tem sido feita no Rio de armas de guerra nas mãos, muitas vezes, de jovens.

E completou:

Não é uma autorização para matar indiscriminadamente. Precisa ter um critério muito bem consolidado. Precisa haver um treinamento bem feito das tropas para que isso seja respeitado. Tivemos essa regra no Haiti durante mais de dez anos e não há casos de execuções indiscriminadas. É uma questão de treinamento e, de pouco a pouco, se readquirir o respeito.

O general ainda classificou a polícia carioca como “uma das mais valentes no mundo”. Heleno afirmou:

Quem já subiu o morro tomando tiro, quem já enfrentou uma comunidade tomando tiro que você não sabe de onde vem, sabe o que é isso. As polícias ali são muito corajosas, mas precisam ter na sua retaguarda um outro tipo de apoio – principalmente esse apoio logístico que foi implantado pela intervenção e que pode servir de modelo para o resto do país.

 

Adaptado da fonte Jovem Pan

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on reddit
Share on linkedin
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...