Português   English   Español

General Heleno diz que militares não darão cartas em governo Bolsonaro

General Heleno diz que militares não darão cartas em governo Bolsonaro

Futuro ministro da Defesa diz que militares não darão cartas em governo Bolsonaro.

Os militares não darão as cartas no governo de Jair Bolsonaro, apesar da presença de nomes da caserna no primeiro escalão do governo, disse neste domingo (28) o general da reserva Augusto Heleno, que comandará o Ministério da Defesa na gestão de Bolsonaro, capitão da reserva do Exército.

A presença de tantos militares no alto escalão levantou especulações sobre o papel que eles terão no futuro governo e a oposição acusou Bolsonaro de representar um retorno ao regime militar, que governou o país entre 1964 e 1985.

“O papel dos militares será o mesmo das últimas décadas… vão continuar apartidários, apolíticos e fazendo sua tarefa constitucional”, disse Heleno a jornalistas, em tom irritado, após a vitória de Bolsonaro na eleição deste domingo.

Para o futuro ministro da Defesa, afirmar que os militares ditarão as regras na gestão Bolsonaro “é loucura e só cabe na cabeça de quem não conhece nem as Forças Armadas nem o Bolsonaro”.

“Isso é palhaçada e bobagem”, disse Heleno aos jornalistas no hotel em que aliados de Bolsonaro acompanharam a apuração dos votos neste domingo.

 

Adaptado da fonte Reuters

Deixe seu comentário

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter