Português   English   Español

General Heleno fala sobre reação militar em caso de governo Lula

O general Augusto Heleno voltou a comentar sobre como as Forças Armadas do Brasil reagiriam a um novo governo liderado pelo presidiário Lula.

Uma das principais vozes da campanha do candidato do PSL ao Planalto, Jair Bolsonaro, deu a entender nesta quita-feira (6) que os militares não aceitariam “passivamente” serem comandados pelo ex-presidente do PT.

O Antagonista reproduziu o texto do general distribuído a jornalistas por mensagem de celular:

Para reflexão dos juristas, advogados, petistas e assemelhados.

Nas escolas frequentadas por oficiais e graduados das Forças Armadas Brasileiras, não ‘colar’ é um dos preceitos do código de honra dos alunos. Na maioria delas, as provas são feitas sem fiscalização e os próprios alunos zelam pelo cumprimento desse postulado. Uso de meios ilícitos resulta em desligamento da escola e, portanto, fim de carreira.

Será que esses mesmos militares aceitariam, passivamente, a subordinação a um comandante supremo condenado por corrupção e lavagem de dinheiro?”

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter