Português   English   Español

Gentili critica proibição de enquetes políticas nas eleições de 2018

O apresentador e comediante, Danilo Gentili, criticou nesta segunda-feira (10) a proibição de enquetes e sondagens nas eleições de 2018 no Brasil.

“Proibiram até mesmo enquetes em perfis pessoais. A quem interessa essa total falta de transparência? A quem interessa amputar do cidadão tal liberdade?”, questionou Gentili em seu perfil oficial no Twitter.

De acordo com a resolução nº 23.549/2017 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a realização de enquetes e sondagens sobre as Eleições 2018 está proibida desde o dia 20 de julho.

Segundo o próprio site do TSE, enquete ou sondagem são definidas como “a pesquisa de opinião pública que não obedeça às disposições legais e às determinações previstas” na própria norma. Ou seja, são levantamentos que não atendem a requisitos formais e a rigores científicos.

“Obviamente isso é pra pavimentar o caminho da fraude na contagem dos votos das eleições”, acrescentou Danilo Gentili.

A preocupação do apresentador do “The Noite”, no SBT, não é isolada.

Afinal, apesar da narrativa de inviolabilidade propagada pela grande mídia, segundo uma equipe de testes liderada pelo professor da Unicamp Diego Aranha, a urna eletrônica apresentou vulnerabilidades alarmantes.

Em 2014, Gentili chegou a entrevista o professor Aranha. Confira abaixo o vídeo do canal do The Noite no YouTube.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter