Geraldo Alckmin quer mostrar ‘fracassos’ do regime militar

O tucano Geraldo Alckmin está convencido de que, para sua campanha decolar, deve “bater de frente” com Jair Bolsonaro.

O pré-candidato à Presidência pelo PSDB pediu à sua equipe de campanha para fazer uma espécie de inventário dos ‘fracassos’ do regime militar, exaltada por Jair Bolsonaro como um período em que o Brasil crescia com ordem social.

O tucano Geraldo Alckmin quer um levantamento sobre o número de estatais daquela época, além dos índices de inflação, que dispararam na década de 1980, no fim da ditadura.

Com o material em mãos, pretende atacar sistematicamente o presidenciável do PSL e mostrar inconsistências em seu discurso, reforçando que ele não está preparado para governar o país.

 

Com informações da Folha
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia