Português   English   Español

Gigantes do petróleo são alvo da nova etapa da Lava Jato

Nomeada de Operação Sem Limites, a 57ª fase da Lava Jato deflagrada nesta quarta-feira (5) investiga empresas do mercado internacional por envolvimento em esquema de propinas na Petrobras.

As gigantes do petróleo são suspeitas de pagar milhões em propinas a funcionários da Petrobras em troca de vantagens na aquisição de derivados do petróleo.

Na mira, segundo o Ministério Público Federal, estão as gigantes Vitol, Trafigura e Glencore, com faturamento superior ao da estatal.

Sede da Glencore International em Baar, na Suíça.

A Lava Jato suspeita que, entre 2011 e 2014, as três empresas efetuaram pagamentos de propinas para intermediários e funcionários da Petrobrás nos montantes, respectivamente, de US$ 5,1 milhões, US$ 6,1 milhões e US$ 4,1 milhões, relacionadas a mais de 160 operações de compra e venda de derivados de petróleo e aluguel de tanques para estocagem.

lém dessas empresas, outras trading companies ainda continuam sendo investigadas por suspeitas de pagamento de propinas para funcionários da Petrobras, informa o “Estadão“.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter