Português   English   Español

Gilmar Mendes arquiva inquérito que investigava Aécio Neves

Gilmar Mendes arquiva inquérito que investigava Aécio Neves

Investigação era baseada na delação premiada do senador cassado Delcídio do Amaral. PGR afirmou que não havia indícios mínimos para continuidade do inquérito.

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta terça-feira (23) o arquivamento de um inquérito que investigava o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

Aécio era investigado por suposta maquiagem de dados para esconder a existência do “mensalão do PSDB”. Este é o segundo inquérito sobre o senador arquivado por Gilmar Mendes na Lava Jato.

O caso investigado neste segundo inquérito teria ocorrido, segundo delações premiadas, durante a apuração da CPI que investigou o “mensalão do PT”, em 2005.

A Polícia Federal informou ter encontrado indícios de que Aécio cometeu crimes e, inicialmente, a Procuradoria Geral da República chegou a pedir ao Supremo que enviasse o inquérito para a primeira instância.

Depois, a PGR mudou o entendimento e pediu o arquivamento do caso por falta de indícios mínimos contra o tucano.

 

Adaptado da fonte G1

Deixe seu comentário

Veja também...