- PUBLICIDADE -

Gilmar Mendes critica ‘canonização’ da operação Lava Jato

- PUBLICIDADE -

O ministro do STF, Gilmar Mendes, criticou entendimento de que decisão contrária às determinações de Sérgio Moro seja vista como ‘antipatriótica’.

Para Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), a operação Lava Jato é tratada de forma desequilibrada pela sociedade e pela imprensa brasileira.

O juiz do STF criticou, em um evento jurídico em Londres, o que chama de “canonização” da investigação.

O ministro criticou também a crença de que a operação é infalível e afirmou:

Em um momento houve a canonização da Lava Jato. Então, qualquer decisão contra a ação do (juiz Sérgio) Moro era considerada antirrepublicana, antipatriótica ou ‘antiqualquercoisa’. A Lava Jato começou a pensar que era uma entidade, quis legislar, mudar habeas corpus e outras coisas. Depois se viu que eles eram suscetíveis a problemas sérios e que a corrupção estava ali perto, como o caso (do ex-procurador Marcello) Miller.

 

Com informações do IG
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -