Gilmar Mendes diz que CPI da Lava Toga seria arquivada pelo STF

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“A independência dos Poderes não permite esse tipo de investigação, está dentro das cláusulas pétreas”, afirmou Gilmar.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, afirmou que a chamada Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Lava Toga é inconstitucional e terminaria arquivada pela própria Corte.

Em entrevista publicada neste domingo (13), Gilmar falou sobre a comissão defendida por alguns senadores:

“É notório que uma CPI para investigar o Supremo ou um dado ministro, pela própria jurisprudência da Casa, é flagrantemente inconstitucional. Acho que os próprios signatários, os principais líderes, sabem disso.”

E acrescentou:

“Se essa CPI fosse instalada, ela não produziria nenhum resultado. Certamente o próprio Supremo mandaria trancá-la. A independência dos Poderes não permite esse tipo de investigação, está dentro das cláusulas pétreas.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.