Português   English   Español

Gilmar Mendes entende que Intercept colocou em dúvida atuação de Moro

Gilmar Mendes entende que Intercept colocou em dúvida atuação de Moro
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

“Não há como negar que as matérias possuem relação com fatos públicos e notórios”, diz Gilmar sobre as reportagens do Intercept em julgamento de pedido de liberdade de Lula.


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, votou para que o condenado Lula da Silva (PT) seja solto até a conclusão do julgamento do habeas corpus que questiona a imparcialidade do ex-juiz e atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Na avaliação de Mendes, as mensagens atribuídas a Moro e ao procurador da República, Deltan Dallagnol, divulgadas pelo site The Intercept, colocam em dúvida a atuação do atual ministro da Justiça enquanto juiz.

Para ele, é melhor aguardar e analisar melhor o caso antes de uma decisão definitiva.

“Gilmar Mendes votou pela concessão de um habeas corpus de ‘ofício’ a Lula, mas sem anular o processo do triplex, por suposta parcialidade de Sergio Moro”, registra O Antagonista.

Segundo o site G1, o ministro declarou:

“Não há como negar que as matérias possuem relação com fatos públicos e notórios cujos desdobramentos ainda estão sendo analisados.”

Ele complementou dizendo que tais revelações “podem influenciar o deslinde das circunstâncias”.

Por isso, o ministro disse que precisa de mais tempo para analisar o habeas corpus sobre a suposta parcialidade do juiz, já que as mensagens atribuídas a Moro foram divulgadas recentemente.

Já o ministro Edson Fachin afirmou que, por ora, não vê motivos para mudar seu entendimento, de negar o habeas corpus apresentado pela defesa do ex-presidente. Fachin votou para negar a concessão de liberdade a Lula até que esse pedido de habeas corpus seja finalizado pela Segunda Turma.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on reddit
Share on linkedin
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...