Português   English   Español

Gilmar Mendes solta mais um político corrupto

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, soltou mais um.

O corrupto beneficiado pelo ministro, desta vez, foi prefeito de Mauá (SP), Átila Jacomussi (PSB), alvo da Operação Prato Feito, que mira desvios em contratos para o fornecimento de merenda escolar.

Na casa do prefeito, a Polícia Federal encontrou R$ 87 mil em espécie, dos quais R$ 80 mil estavam escondidos na cozinha, dentro de uma panela. Ele foi denunciado por lavagem de dinheiro.

De acordo com informações da Isto É:

Ao soltar o prefeito, Gilmar sustentou que “a prisão provisória continua a ser encarada como única medida eficaz de resguardar o processo penal”.

“Assim, tenho que o risco à ordem pública, conveniência da instrução processual e a garantia da aplicação da lei penal podem ser mitigados por medidas cautelares diversas. Não vejo, no caso, razões a justificar a restrição da liberdade de locomoção do paciente”, anotou.

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações