Gilmar Mendes suspende ação contra secretário de Doria

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Secretário é alvo de investigação da operação “Lava Jato” no Rio de Janeiro.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, suspendeu, na última terça-feira (22), a ação penal contra Alexandre Baldy, secretário licenciado de João Doria (PSDB), governador de São Paulo.

Baldy é investigado pela operação “Lava Jato” no Rio de Janeiro. Ele é acusado de integrar esquema de fraudes na área da saúde quando foi secretário do Comércio em Goiás, em 2014, e ministro das Cidades do ex-presidente Michel Temer (MDB), de 2016 a 2018. 

De acordo com a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), Baldy recebeu propinas para favorecer empresas em contratos.

O secretário havia sido preso preventivamente em 6 de agosto e solto 2 dias depois também por ordem de Mendes, que também paralisou as medidas cautelares contra Baldy. 

Entre as medidas havia ações de prisão temporária, busca e apreensão, e sequestro e indisponibilidade de bens. 

Gilmar Mendes também suspendeu “qualquer expediente investigativo em sede policial ou ministerial”, informa o site Poder360.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.