Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Gilmar Mendes tentar validar mensagens hackeadas da Lava Jato

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Gilmar Mendes tentar validar mensagens hackeadas da Lava Jato
Imagem: Adriano Machado/Reuters
COMPARTILHE

O ministro Gilmar é um dos críticos mais ferrenhos da Lava Jato. Mensagens hackeadas foram divulgadas pelo site Intercept.

O Supremo Tribunal Federal (STF) tomará iniciativas para validar juridicamente as mensagens hackeadas do Telegram de integrantes da Operação Lava Jato.

Através do ministro Gilmar Mendes, segundo o jornal Folha, o tribunal vai acionar a Procuradoria-Geral da República (PGR) para buscar verificar a autenticidade dos arquivos. 

Se a apuração atestar oficialmente a veracidade das mensagens roubadas, estas poderão ser usadas em processos com eventuais impactos sobre decisões judiciais e agentes públicos que atuaram na Lava Jato.

Gilmar decidiu enviar ofício à PGR solicitando que a instituição analise indícios de desvios funcionais de membros do Ministério Público Federal citados por ele, o que pode demandar análise do conteúdo hackeado.

Em entrevista na última semana, o procurador-geral Augusto Aras disse que, se validadas, as mensagens poderão servir para embasar eventuais procedimentos no CNMP (Conselho Superior do Ministério Público), mas não têm o condão de anular condenações já impostas.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram