- PUBLICIDADE -

Gilmar Mendes tentar validar mensagens hackeadas da Lava Jato

Gilmar Mendes tentar validar mensagens hackeadas da Lava Jato
Imagem: Adriano Machado/Reuters
- PUBLICIDADE -

O ministro Gilmar é um dos críticos mais ferrenhos da Lava Jato. Mensagens hackeadas foram divulgadas pelo site Intercept.

O Supremo Tribunal Federal (STF) tomará iniciativas para validar juridicamente as mensagens hackeadas do Telegram de integrantes da Operação Lava Jato.

Através do ministro Gilmar Mendes, segundo o jornal Folha, o tribunal vai acionar a Procuradoria-Geral da República (PGR) para buscar verificar a autenticidade dos arquivos. 

Se a apuração atestar oficialmente a veracidade das mensagens roubadas, estas poderão ser usadas em processos com eventuais impactos sobre decisões judiciais e agentes públicos que atuaram na Lava Jato.

Gilmar decidiu enviar ofício à PGR solicitando que a instituição analise indícios de desvios funcionais de membros do Ministério Público Federal citados por ele, o que pode demandar análise do conteúdo hackeado.

Em entrevista na última semana, o procurador-geral Augusto Aras disse que, se validadas, as mensagens poderão servir para embasar eventuais procedimentos no CNMP (Conselho Superior do Ministério Público), mas não têm o condão de anular condenações já impostas.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -