Após ser hostilizado em voo, Gilmar Mendes utiliza avião da FAB

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Depois de ser hostilizado ao viajar em voo comercial no último sábado (27/01), o ministro Gilmar Mendes utilizou um voo da Força Aérea Brasileira (FAB) para viajar de Cuiabá para São Paulo na última segunda-feira.

Cidadãos falaram poucas e boas para Gilmar Mendes após aeronave aterrissar no aeroporto. O ministro do STF anunciou que irá pedir à Polícia Federal que identifique os passageiros que o hostilizaram. A representação deve ser encaminhada ainda nesta semana, segundo assessoria.

De acordo com informações da Globo:

Assessores do ministro negaram que o uso de avião da FAB tenha sido por questões de segurança, ressaltando que ele voltou de São Paulo para Brasília, na terça-feira, em voo de carreira. Segundo sua assessoria, não havia voo de carreira que permitisse que ele chegasse a São Paulo a tempo para cumprir um compromisso oficial. A viagem foi divulgado na agenda do STF, mas não do TSE.

Segundo registros de voos da FAB, Gilmar decolou às 13h05 de Cuiabá e chegou a São Paulo às 17h30. A Aeronáutica registra apenas que o avião estava “à disposição do Ministério da Defesa Transporte do Presidente do TSE”.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.