- PUBLICIDADE -

Gilmar quer tirar Lula da prisão até julgamento da suspeição de Moro

Gilmar quer tirar Lula da prisão até julgamento da suspeição de Moro

- PUBLICIDADE -

Gilmar se manifestou para que Lula fique em liberdade até que seja julgada suspeição de Moro no caso triplex.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, defendeu, nesta terça-feira (25), a possibilidade de o ex-presidente Lula da Silva sair da prisão e aguardar em liberdade até a conclusão do julgamento do processo em que o petista acusa o ex-juiz federal Sergio Moro de condená-lo com parcialidade no caso do tríplex do Guarujá.

Ou seja: mesmo sem devolver a vista do caso da parcialidade de Moro, Gilmar propôs que Lula aguardasse em liberdade até a Segunda Turma julgar definitivamente a questão, informa o jornal Estadão.

Em discurso durante a sessão, Gilmar declarou:

“Diante das razões que eu expus, e do congestionamento da pauta, havia indicado o adiamento. Tem razão o nobre advogado (de Lula) quando alega o alongamento desse período de prisão diante da sentença e condenação confirmada em segundo grau. Como temos toda a ordem de trabalho organizada, o que eu proponho é de fato conceder uma medida para que o paciente aguardasse em liberdade a nossa deliberação completa. Encaminharia nesse sentido, se a o colegiado assim entendesse.”

A Segunda Turma do STF voltou atrás na decisão, tomada na segunda-feira (24), de adiar o julgamento do pedido de suspeição de Moro.

O julgamento começou em dezembro, com os votos de Edson Fachin Cármen Lúcia. Eles foram contrários a declarar a suspeição de Moro.

A 2ª Turma é composta por mais três ministros, que ainda não votaram: Ricardo LewandowskiGilmar Mendes Celso de Mello.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -