Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Gleisi Hoffmann admite que o PT está quebrado

Gleisi Hoffmann admite que o PT está quebrado
COMPARTILHE

Com uma dívida superior a R$ 4 milhões após a campanha eleitoral, a direção do Partido dos Trabalhadores (PT) decidiu tomar medidas para equilibrar suas finanças.

Viagens de funcionários e dirigentes estão suspensas até janeiro. A folha de pagamento do diretório nacional será revista, assim como aluguéis e contratos com prestadores de serviços, registra a “Folha“.

“As reservas financeiras mantidas pelo PT esgotaram-se”, diz comunicado assinado pela presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann, e pelo tesoureiro, Emídio de Souza.

Os petistas dizem que o dinheiro do Fundo Partidário, que deve render R$ 93 milhões para a legenda no próximo ano, é insuficiente para seus compromissos. Eles planejam lançar uma campanha de arrecadação na internet e pedir contribuições a parlamentares e filiados.

Outra preocupação dos petistas são as ações que enfrentam na Justiça.

A Procuradoria-Geral da República pede a devolução de R$ 19 milhões do Fundo Eleitoral gastos no período em que o presidiário Lula manteve registro como candidato mesmo preso, conforme noticiou a Renova.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários