Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Globo acusa Damares de sequestrar e criar ilegalmente criança indígena

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Globo acusa Damares Alves de sequestrar e criar ilegalmente criança indígena

Repórteres da revista Época, propriedade da Rede Globo, adentraram o Parque do Xingu, no Mato Grosso, para conversar com integrantes da tribo indígena Kamayurá.

Segundo a reportagem, que começou a circular na manhã desta quinta-feira (31), integrantes da tribo indígena Kamayurá acusam a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, de ter tirado uma criança de seis anos da aldeia.

A revista “Época” diz que os indígenas alegam que a garota Lulu Kamayurá foi levada por Márcia Suzuki, amiga de Damares, sob o pretexto de que a garota precisava fazer um tratamento de dente na cidade.

Amigas, Márcia e Damares são fundadoras da ONG Atini, uma organização sem fins lucrativos “reconhecida internacionalmente por sua atuação pioneira na defesa do direito das crianças indígenas”.

A organização diz que, com seu trabalho, já salvou ao menos 50 crianças indígenas em situação de risco, algumas delas enterradas vivas.

A versão da ministra Damares Alves

Em resposta à revista, a ministra diz que Lulu foi salva de infanticídio porque seria morta pela mãe e que, após o tratamento dentário, retornou à aldeia para reencontrar seus familiares.

Segundo Damares Alves, a família biológica visita a jovem com regularidade. “Ela deixou o local com a família e jamais perdeu o contato com seus parentes biológicos”, afirmou, segundo o “Congresso em Foco“.

A falta de comida e remédio deixou a criança desnutrida, precisando ser levada de avião por servidores da Funai que cuidam da saúde dos indígenas na região. Apesar de ter se recuperado, ficou com a dentição torta pelo uso de mamadeira.

Índios confirmaram à revista que a mãe biológica de Lulu não tinha condições de cuidar dela e que foi deixada com a avó paterna.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias