Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Google acusado de ter ajudado a acobertar casos de assédio

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Google acusado de ter ajudado a acobertar casos de assédio

Conselho da Alphabet recebeu dois processos esta semana, um deles aberto por acionistas que pedem indenização financeira.

Acionistas da Alphabet, empresa controladora do Google, entraram com processo nesta semana contra o conselho de administração da empresa.

A gigante tecnológica está sendo acusada de, nos últimos cinco anos, ter ajudado a acobertar duas queixas de assédio sexual na companhia, prejudicando a saúde financeira e a produtividade do grupo.

O segundo processo, aberto na quarta-feira (9) por dois fundos de pensão da Califórnia, cita documentos da Alphabet e relatos da imprensa, informa o “Metrópoles“.

O processo dos acionistas lembra que o Google pagou US$ 90 milhões a Andy Rubin, ex-diretor de Android, quando este saiu da empresa.

Outro montante foi pago a Amit Singhal, diretor da unidade de busca do Google. Os dois executivos são investigados por acusações de assédio sexual dentro do Google.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email