Português   English   Español
Português   English   Español

Google quer lançar mecanismo de busca censurado na China

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

O Google está trabalhando com as autoridades da China para lançar uma versão censurada de seu mecanismo de buscas. Serão suprimidos resultados com informações sobre direitos humanos, democracia, religião e protestos.

A notícia foi publicada pelo The Intercept na quarta-feira (1). O jornal afirma ter tido acesso a documentos internos da empresa e ter confirmado a informação com funcionários da gigante da internet.

O projeto é chamado “Dragonfly” e está em desenvolvimento desde o ano passado.

O assunto já foi objeto de reunião entre o CEO do Google, Sundar Pichai, e Wang Huning, uma figura de destaque dentro do Partido Comunista da China e que costuma tratar de assuntos das relações internacionais do país.

O plano consiste em construir um aplicativo para o Android, que possivelmente terá o nome de “Maotai” ou “Lonfgei”, que suprime resultados bloqueados pelo esquema de censura estatal da China.

Quando houver resultados omitidos, a seguinte mensagem aparecerá: “alguns resultados podem ter sido removidos devido a requisitos estatutários”.

A censura das autoridades de Pequim na internet é conhecida como “o grande firewall da China“. Sites como Facebook, Twitter e Instagram são bloqueados, além de jornais como The New York Times e Washington Post.

O Google já operou na China de 2006 a 2010, censurando seu mecanismo de buscas. A empresa do Vale do Silício encerrou suas atividades no país asiático em 2010 citando pressão das autoridades locais e tentativas de censurar a liberdade de expressão.

A visão da empresa estadunidense, contudo, parece ter mudado.

Nos últimos anos, a classe média chinesa tem crescido. Já são mais de 750 milhões de usuários de internet.

 

Adaptado da fonte Sputnik

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

TELEGRAM

Acompanhe todas as notícias através do nosso canal no Telegram.

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email:

Fique tranquilo(a), assim como você também odiamos spam, você poderá sair quando quiser :)

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias_

Nunca mais seja massa de manobra. Assine!