Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Governador da Tanzânia anuncia campanha de denúncias contra gays

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Governador da Tanzânia anuncia campanha para denunciar homossexuais

A homossexualidade é um crime na Tanzânia, com pena mínima de 30 anos e que pode ser punido até com prisão perpétua.

O governador da província de Dar es Salaam na Tanzânia lançou uma campanha anti-gay e pediu aos moradores que denunciem os homossexuais, além de prometer detenções.

Paul Makonda falou nesta segunda-feira (29) sobre a nova política.

Tenho informações sobre a presença de muitos homossexuais em nossa província. Estes homossexuais se vangloriam nas redes sociais. A partir de hoje (segunda-feira) e até domingo, apresentem seus nomes.

O governador, cristão, considera que a homossexualidade destrói os valores morais dos tanzanianos e de das duas religiões presentes no país, a cristã e muçulmana.

“Minha equipe ad hoc começará a prendê-los na próxima segunda-feira”, prometeu.

Paul é membro do partido que governa o país, Chama cha Mapinduzi (CCM) e mantém proximidade com o discurso do presidente John Magufuli, também conhecido por sua hostilidade em relação aos homossexuais.

 

Adaptado da fonte Correio Braziliense

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email