Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Governador do Ceará defende ataque de Cid Gomes

Governador do Ceará defende ataque de Cid Gomes
Imagem: Jarbas Oliveira / Agência O Globo
COMPARTILHE

“É uma atitude de indignação, de quem vê a sua cidade sendo sitiada”, diz governador petista.

Camilo Santana, governador do Ceará pelo Partido dos Trabalhadores (PT), criticou, nesta segunda-feira (2), a “partidarização da polícia”.

Em sua primeira entrevista após o fim do motim policial, Santana declarou:

“Misturou-se política partidária com polícia. Todas as lideranças desse movimento têm mandato, são filiados a partido. Isso é grave. Esse é um debate que precisa ser feito em nível nacional, porque isso não ocorre só no Ceará.”

O petista também defendeu a postura do senador licenciado Cid Gomes, que usou uma retroescavadeira para atacar militares amotinados em um quartel na cidade de Sobral:

“É uma atitude de indignação, de quem vê a sua cidade sendo sitiada, policiais mascarados mandando fechar o comércio da sua cidade. Isso causa indignação em qualquer um de nós.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE