- PUBLICIDADE -

Governo ainda paga assessores do ex-presidente Lula

Governo ainda paga assessores do ex-presidente Lula
- PUBLICIDADE -

Mesmo preso em Curitiba, o governo federal segue desembolsando milhares de reais todos os meses para pagar assessores do ex-presidente Lula.

O governo federal desembolsa cerca de R$ 50 mil mensais em salários há quase um ano para custear a assessoria e a segurança do ex-presidente e atual presidiário Lula da Silva.

A prerrogativa é alvo de questionamentos na Justiça Federal, e o Ministério Público defende a redução desses benefícios em virtude da prisão.

Assim como os outros cinco ex-presidentes da República vivos, Lula tem direito vitalício a quatro seguranças, dois motoristas, dois carros oficiais à disposição e dois assessores.

O pagamento aos oito funcionários persiste mesmo com o petista detido na sede da Polícia Federal no Paraná desde abril do ano passado, informa a Folha.

Outro fato no mínimo curioso. Cassada há quase três anos, a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) apresentou uma fatura de mais de meio milhão de reais em 2018 ao Palácio do Planalto.

As despesas com os servidores que acompanham a ex-presidente do PT consumiram, no ano passado, R$ 632,2 mil, sem contar os salários. Deste total, R$ 586,8 mil foram utilizados no pagamento de diárias e passagens, segundo a RENOVA.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -