Governo antecipa liberação de recursos para produtores de café

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O volume de recurso para essa safra de café é 11,7% maior que o da safra passada.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, antecipou de forma inédita, na última sexta-feira (5), a liberação dos recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé). 

O diretor de Comercialização e Abastecimento da Pasta, Sílvio Farnese, declarou:

“O ministério buscou a liberação antecipada dos recursos em virtude da premente necessidade dos produtores para atender o custo de mão de obra e preparo do café no momento da colheita, sobretudo nesse ano que aumentou as exigências de proteção aos trabalhadores por conta da Covid-19.”

Farnese explicou¹ que a medida também permitirá o acesso à linha de crédito de comercialização, reduzindo a necessidade dos produtores de venderem a sua produção no momento da colheita, quando normalmente ocorre queda nos preços.

“A liberação que só ocorreria em julho objetiva apoiar o setor neste momento de crise da Covid-19”, destacou o presidente da República, Jair Bolsonaro, em mensagem² no Twitter.

Ao todo, estão habilitados 31 bancos comerciais e bancos cooperativos para aplicação de R$ 5,7 bilhões distribuídos em: 

  • R$ 1,6 bilhão para custeio;
  • R$ 3,45 bilhões para comercialização;
  • R$ 650 milhões para capital de giro das indústrias.
Referências: [1][2]

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.