Governo Bolsonaro diz que fazenda invadida no Pará é produtiva

Idiomas:

Português   English   Español
Governo Bolsonaro diz que fazenda invadida no Pará é produtiva
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Dezenas de extremistas da União Nacional Camponesa (UNC), entre eles alguns armados, invadiram na última sexta-feira (11) uma fazenda no município de Itupiranga, no Pará.


O secretário especial de Regulação Fundiária do Ministério da Agricultura, Nabhan Garcia, entrou em contato com o governador do Pará, Helder Barbalho, para discutir a invasão de uma fazenda no interior do Estado.

A União Nacional dos Camponeses (UNC) é um dos vários grupos extremistas que utilizam de violência para invadir propriedades privadas pelo Brasil.

O “movimento social” — como a grande mídia costuma classificar este tipo de organização — tem ligações com a Conafer (Confederação Nacional dos Agricultores Familiares e Empreendedores Familiares Rurais).

A Conafer, por sua vez, é o braço no campo da Força Sindical, presidida pelo deputado federal reeleito Paulinho da Força, presidente do Solidariedade, informa “O Antagonista“.

Conforme noticiou a RENOVA, o secretário especial do governo federal, Nabhan Garcia, demonstrou indignação com a invasão:

“A fazenda, que é produtiva, não foi ocupada, foi invadida por uma organização criminosa. Movimento social não anda armado, não invade, não destrói. Isso é organização criminosa e não vai ter reforma agrária para esse tipo de gente. Para eles, vai ter é rigor da lei.”

E acrescentou:

“Esse é o procedimento que vamos adotar daqui para frente. O governo terá de identificar esses invasores, que estão cometendo crimes. Se não fizer nada, é prevaricação.”

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...