Português   English   Español

Governo Bolsonaro quebra tradição das universidades federais

Governo Bolsonaro quebra tradição das universidades federais
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O professor Fábio Fonseca, que já foi filiado ao PT e ao PSOL e havia encabeçado a lista tríplice para reitoria da UFTM, não gostou da decisão de Bolsonaro.


O governo do presidente Jair Bolsonaro nomeou, nesta terça-feira (18), o segundo colocado da lista tríplice de candidatos para a reitoria Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM).

Definida pela instituição de ensino, esta é a primeira vez, em ao menos 15 anos, que a lista tríplicia para reitoria de uma universidade federal não é respeitada.

A legislação permite, no entanto, que o presidente escolha um dos três nomes enviados após escolha interna da universidade.

Desde o governo Lula da Silva (PT), a tradição tem sido a escolha do primeiro por respeitar a vontade da comunidade acadêmica.

A decisão na UFTM deixou de fora o professor de filosofia e ciências sociais Fábio Fonseca, que já foi filiado ao PT e ao PSOL e havia encabeçado a lista tríplice.

O professor Luiz Fernando Resende dos Santos Anjo, segundo colocado, foi levado ao cargo por decreto assinado por Bolsonaro e pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, e publicado nesta terça-feira (18).

Em nota, Fonseca afirmou que a nomeação “é uma afronta à autonomia universitária, à democracia e à história das universidades federais brasileiras” e também ataca, segundo ele, a moralidade e a eficiência administrativa, informa o jornal Folha de S. Paulo.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...