Governo da Argentina declara emergência hídrica

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A emergência foi declarada por um período de 180 dias.

O governo da Argentina decretou, nesta segunda-feira (26), uma emergência hídrica em sete províncias.

O motivo foi a queda histórica do nível da água do rio Paraná, que é o principal escoamento para as exportações argentinas de grãos e derivados. 

Além disso, populações importantes dependem dele para seus serviços de água potável.

A administração do presidente Alberto Fernández também ordenou uma série de medidas para ajudar os afetados.

Em um comunicado, o governo argentino declarou:

“A extraordinária magnitude dos acontecimentos exige que todas as áreas do governo nacional unam esforços para fazer frente a este fenômeno hidrológico nas áreas afetadas pela afetação.”

A emergência declarada por um período de 180 dias abrange setores ribeirinhos dos rios Paraná, Paraguai e Iguaçu nas províncias de Formosa, Chaco, Corrientes, Santa Fé, Entre Ríos, Misiones e Buenos Aires.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.