Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Governo da Hungria aboliu cursos de estudos de gênero

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

O governo direitista da Hungria quer impedir as universidades do país de oferecer cursos de estudos de gênero, alegando que eles desperdiçam dinheiro do contribuinte e que não há necessidade de graduados nesta área no mercado de trabalho do país.

A medida, anunciada dias atrás, ocorre depois que o governo do primeiro-ministro Viktor Orban conquistou uma maioria confortável em abril, após uma eleição centrada principalmente na imigração. Desde então, seu Partido Fidesz vem implementando os compromissos assumidos com seus eleitores.

Em um comunicado, o porta-voz do governo húngaro, Zoltan Kovacs, disse que “não há demanda demonstrável para graduados de ‘estudos sociais de gênero’ no mercado de trabalho húngaro”.

O representante do governo da Hungria acrescentou que tais cursos “tiram recursos valiosos de outros programas e deterioram a estabilidade econômica das universidades”.

“As universidades estaduais operadas a partir de fundos públicos devem levar isso em consideração, já que o objetivo dessas instituições de ensino superior é atender às verdadeiras necessidades sociais e do mercado de trabalho”, disse ele.

 

Adaptado da fonte FoxNews

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email