Governo esquerdista da Espanha tem sua primeira renúncia

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O novo ministro de Cultura e Esporte da Espanha, Maxim Huerta, renunciou nesta quarta-feira (13), apenas uma semana depois de chegar ao cargo.

A renúncia acontece após vir à tona uma notícia de que ele teria fraudado o Fisco espanhol em 218 mil euros e, por isso, precisou pagar 366 mil.

Maxim Huerta defendeu em um pronunciamento à imprensa a sua inocência e garantiu ter sido vítima de “uma matilha”:

Estou saindo porque amo a Cultura. A inocência não vale de nada para esta matilha.

De acordo com informações do BOL:

Huerta compareceu ao Palácio de La Moncloa, sede do Executivo espanhol, para apresentar sua renúncia ao presidente de governo, Pedro Sánchez, e disse que “há momentos em que é preciso sair de cena” em seu pronunciamento à imprensa.

O jornal espanhol “El Confidencial” publicou hoje uma notícia de que Huerta foi sancionado judicialmente em 2017 por impostos não pagos em 2006, 2007 e 2008, quando trabalhava na televisão e declarava sua renda como uma sociedade mercantil.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.