Governo esquerdista da Espanha tem sua primeira renúncia

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O novo ministro de Cultura e Esporte da Espanha, Maxim Huerta, renunciou nesta quarta-feira (13), apenas uma semana depois de chegar ao cargo.

A renúncia acontece após vir à tona uma notícia de que ele teria fraudado o Fisco espanhol em 218 mil euros e, por isso, precisou pagar 366 mil.

Maxim Huerta defendeu em um pronunciamento à imprensa a sua inocência e garantiu ter sido vítima de “uma matilha”:

Estou saindo porque amo a Cultura. A inocência não vale de nada para esta matilha.

De acordo com informações do BOL:

Huerta compareceu ao Palácio de La Moncloa, sede do Executivo espanhol, para apresentar sua renúncia ao presidente de governo, Pedro Sánchez, e disse que “há momentos em que é preciso sair de cena” em seu pronunciamento à imprensa.

O jornal espanhol “El Confidencial” publicou hoje uma notícia de que Huerta foi sancionado judicialmente em 2017 por impostos não pagos em 2006, 2007 e 2008, quando trabalhava na televisão e declarava sua renda como uma sociedade mercantil.

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque