Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Governo estuda renegociar dívidas de caminhoneiros autônomos

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Governo estuda renegociar dívidas de caminhoneiros autônomos

“Vamos identificar uma forma de renegociar essas dívidas e encaminhar o assunto”, disse o secretário-executivo da Infraestrutura.

O governo Jair Bolsonaro estuda renegociar as dívidas de caminhoneiros que enfrentam dificuldade para acessar a linha de crédito de R$ 30 mil lançada em meados de abril pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

O secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, afirmou que representantes da categoria se queixam que muitos autônomos não conseguem acessar os recursos disponíveis para o custeio de despesas com o frete, como manutenção do veículo e seguro.

Ao participar de audiência pública na Câmara dos Deputados, Sampaio afirmou:

“Há uma dificuldade que nos foi comunicada. Muitos caminhoneiros estão com o nome sujo e, por isso, têm dificuldade para acessar os recursos. Vamos identificar uma forma de renegociar essas dívidas e encaminhar o assunto.”

A linha de crédito do BNDES beneficia transportadores autônomos que têm dois caminhões, no máximo, e também cooperativas de caminhoneiros.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email